Quisera

quarta-feira, 30 de junho de 2010


O que é certo nesse caminho tortuoso entre a razão e a emoção? Seria tão bom se conseguíssemos separar as coisas, talvez assim sofreriamos menos com relação ao mundo, as pessoas e a forma com que cada um leva a vida.

O que a razão pode dizer, mediante a vastidão de um coração que apenas quer ser feliz? Mas que se priva dessa felicidade porque ainda esta preso em seu próprio mundo, com medo, confuso, mas que de alguma forma ama.

Difícil mensurar o quanto é possível uma única palavra desmoronar o que esta sendo plantado! Não importa o que o mundo pense sobre você a vida nunca para mesmo, temos que seguir adiante, mesmo através da ressonância de um único “não”, ainda me recordo que aqui batia um coração.


Seria tão mais fácil se as pessoas enxergassem o mundo com outros olhos, mas o que muitas vezes acaba acontecendo é o exílio de si mesmo, então acaba não percebendo que a felicidade esta ao seu redor, porque tem medo de enxergá-la, de acreditar que existam pessoas diferentes, que podem sim amar, mesmo que da forma louca de ser, o que verdadeiramente importa é o sentimento guardado no peito.

Porque fugir quando se pode voar? Os pássaros para começarem sua trajetória de vida, dão os primeiros passos para voar, mas para isso precisam aprender a levantar em cada queda e jamais desistir de seus objetivos.

A vida parece tão simples quando sabemos voar e deixar com que o passado seja definitivamente esquecido, o vôo só pode se concebido a aqueles que não têm medo do desconhecido.


Quisera eu, fazer as pessoas enxergarem que o simples da vida esta em acreditar que dias melhores virão, quisera eu poder estender minhas mão e dizer “vem comigo” , quisera eu poder com meu abraço fazer você entender o quanto você esta se tornando essencial em minha vida, quisera eu que sentisse meu coração agora, e por fim, quisera eu que você deixasse esse medo de lado e acreditasse que as respostas para suas perguntas estão onde está seu coração

É preciso acreditar que a vida esta nesse exato momento passando pela nossa frente e estamos desperdiçando o único tempo que temos em respostas para nossas causas, a liberdade não consiste em sentir-se livre, mas sim em saber escolher.

Não podemos permitir que esse medo do desconhecido nos paralise diante as dificuldades, pois é nesse exato momento em que quando tudo parece obscuro, a luz sempre se acendera desde que aprendamos a olhar com o coração.

Postado por Guilherme

Fontes:
Blog: http://guimantovani06.blogspot.com

1 comentários:

Guilherme disse...

Ola Dona Aracy, Bom Dia!!!
Fico muito feliz e agradeço por ter colocado meu texto no seu blog.
Com certeza, isso me deixou muito feliz, e sabe escrevo o que sinto no momento, são todos textos proprios, de meus sentimentos, ou de mudanças que preciso fazer em minha vida.
E fico contente em ver que de certa forma estou ajudando as pessoas a se sentire melhor.
Obrigado mesmo pelo carinho.
Beijos

Postar um comentário

Gostou do Blog? Então deixe sua opinião, que eu vou adorar!